Publicado por: fdananda | 22 fevereiro 2008

Boa notícia… finalmente

Hoje vim pra contar o resultado da reunião de condomínio e a polêmica com o Meq. Ficou definido que a convenção do condomínio se mantém, permitindo a criação de cachorros, porém haverá regulamentação sobre a sua posse, com definição de horários para passeio na área comum (entre 10h e 11h e entre 22h e 23h). Esta autorização de passeio ainda poderá ser revogada se na próxima reunião se acharem necessário. Além disso, serão estipuladas multas para o caso de fuga, “ataques” etc. No final achei uma vitória e concordo que tenha regulamentação, pois apesar de nós amarmos cachorro, tem gente que não gosta e eles têm que ser respeitados também. Vamos esperar pra ver como fica essa relação.

DOR NO CORAÇÃO I – Hoje fui pela primeira vez assistir a uma sessão de fisioterapia respiratória do Adriel. Nossa fiquei tão abalada com o choro dele que não contive as lágrimas e comecei a chorar também. As fisioterapeutas ficaram com mais pena de mim do que dele, eu acho. Comentando a cena com uma colega de trabalho ela disse: “Fernanda, na frente dos filhos a gente tem que ser uma fortaleza. Você não pode chorar na frente dele, pode chorar só quando ele não estiver olhando”. Nesses momentos eu acho que não sirvo pra ser mãe. Estou mais pra filha mesmo.

DOR NO CORAÇÃO II – Observando todo o sofrimento no meu bebê e a habilidade da fisioterapeuta pensei que eu não conseguiria exercer aquela função nunca. Acho que sairia deprimida todo dia do trabalho (pelo amor de Deus, não estou aqui negando a importância do trabalho delas, pelo contrário, ele é fundamental pra que nossos pequenos nao tenham coisas piores.

DE VOLTA – Hoje o Adriel teve que voltar pra creche. Não teve jeito. E devido ao ar-condicionado do bercário e para que ele não tivesse uma recaída, pedi que ele passasse o dia no Infantil I. Nossa, ele adorou a farra com os maiores e a secretária escolar disse que na hora do almoço ele olhava super encucado para a mamadeira dele e para os copos dos outros, como quem pensa “por que a minha é diferente?”.

DOR NO CORAÇÃO III – O comentário da coordenadora pedagógica veio confirmar minha percepção de mãe: “O Adriel está muito abatido e emagreceu demais, não foi?”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: